Arquivo da categoria: Ilustrações – A

Aqui você encontra ilustrações para seu sermão ou apenas para refletir aspectos de sua vida e caminhada com Deus.

Alérgico a Balas

alergico a balasAlérgico a Balas

Ele estava sempre de bom humor e sempre tinha algo de positivo para dizer. Se alguém lhe perguntasse como ele estava, a resposta seria logo:

– Se melhorar, estraga.

Ele era um gerente especial em um restaurante, pois seus garçons os seguiam de restaurante em restaurante apenas pelas suas atitudes. Ele era um motivador nato.

Se um colaborador estava tendo um dia ruim, Luís estava sempre dizendo como ver o lado positivo da situação. Um dia, alguém lhe perguntou:

-Você não pode ser uma pessoa positiva todo o tempo. Como faz isso?

Ele respondeu :

– A cada manhã ao acordar, digo para a mim mesmo: Luís, você tem duas escolhas hoje: pode ficar de bom humor ou de mau humor. Eu escolho. “Ficar de bom humor”. Cada vez que algo ruim acontece, posso escolher bancar a vítima ou aprender alguma coisa com o ocorrido. Eu escolho “aprender algo”.Toda vez que alguém reclamar, posso escolher aceitar a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida.

– Certo, mas não é fácil – argumentaram em resposta.

– É fácil sim – disse Luís. A vida é feita de escolhas. Quando você examina a fundo, toda situação sempre oferece escolha. Você escolhe como reagir às situações. Escolhe como as pessoas afetarão o seu humor. É sua a escolha de como viver sua vida.

Anos mais tarde, Luís cometeu um erro, deixando a porta de serviço do restaurante aberta pela manhã. Foi rendido por assaltantes. Dominado, enquanto tentava abrir o cofre, sua mão tremendo pelo nervosismo, desfez a combinação do segredo. Os ladrões entraram em pânico e atiraram nele.

Por sorte foi encontrado a tempo de ser socorrido e levado para um hospital. Depois de 18 horas de cirurgia e semanas de tratamento intensivo, teve alta ainda com fragmentos de balas alojadas em seu corpo. Algum tempo depois, alguém lhe perguntou como ele estava. Para variar, ele respondeu:

– Se melhorar, estraga.

Contou o que havia acontecido perguntando:

– Quer ver minhas Cicatrizes?

O amigo recusou ver seus ferimentos, mas perguntou-lhe o que havia passado em sua mente na ocasião do assalto.

– A primeira coisa que pensei foi que deveria ter trancado a porta de trás – respondeu. Então, deitado no chão, ensangüentado, lembrei que tinha duas escolhas: poderia viver ou morrer. Então, escolhi “viver”.

– Você não estava com medo?

– Os para-médicos foram ótimos. Eles me diziam que tudo ia dar certo e que ia ficar bom… Mas quando entrei na sala de emergência e vi a expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado. Em seus lábios eu lia: – Esse aí “já era”. Decidi então que tinha que fazer algo.

– E aí, o que você fez? – Perguntou, curioso, seu amigo.

– Bem… Havia uma enfermeira que fazia muitas perguntas. Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa. Eu respondi: “sim”. Todos pararam para ouvir a minha resposta. Tomei fôlego e gritei :

– Sou alérgico a balas! E, entre risadas lhes disse:

– Eu estou escolhendo viver, operem-me como a um ser vivo, não como a um morto.

Luís sobreviveu graças à persistência dos médicos, mas também graças a sua atitude.

Assim, todos nós, a cada dia, temos a opção de viver plenamente.

Escolhamos, então, viver de forma plena nossa vida, aceitando sempre a direção de Deus em nossos caminhos.

Afinal de contas, “ATITUDE É TUDO”.

A CONSTRUÇÃO DA NOSSA VIDA

a construcao de nossa vidaA CONSTRUÇÃO DA NOSSA VIDA

Um velho carpinteiro estava pronto para se aposentar, assim sendo, informou o patrão, de seu desejo em sair da indústria de construção e passar mais tempo com sua família, ainda disse, que sentiria falta do salário, mas realmente queria se aposentar.

A empresa não seria afetada pela saída do carpinteiro, mas seu chefe estava triste em ver um bom funcionário partir.

Apesar da determinação do carpinteiro, seu chefe pediu-lhe para que trabalhasse em mais um projeto, como um favor pessoal, pois seria o último.

O carpinteiro concordou, mas era fácil ver-se que não estava nada entusiasmado com a idéia.

Deu início ao projeto, prosseguiu, terminando-o, fazendo um trabalho de segunda qualidade e usando materiais inadequados.
Foi uma maneira nostálgica dele terminar sua carreira.

Quando o carpinteiro acabou, o chefe veio fazer a inspeção da casa. Assim que terminou, deu a chave da casa ao carpinteiro e disse:

– “Esta casa é sua. É o meu presente, em consideração aos anos de dedicação”…

O carpinteiro ficou muito surpreso.

“Que pena!”, pensou ele, “se eu soubesse que estava construindo a minha própria casa, teria feito tudo diferente”.

O mesmo acontece conosco. Nós construímos nossa vida, dia a dia, e muitas vezes fazendo aquém do nosso melhor.
Mais tarde, com surpresa, descobrimos que precisamos viver na casa que construímos.

Se pudéssemos fazer tudo de novo, faríamos diferente. Mas, não podemos voltar atrás.

Você é o carpinteiro. Todo dia martela pregos, ajusta tábuas e constrói paredes.

Alguém disse que: “A vida é um projeto que você mesmo constrói”. Suas atitudes e escolhas de hoje, estão construindo a “casa” que você irá morar amanhã.

Por isso,construa a sua vida com sabedoria!

A ROSA

a rosaA ROSA

Certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente e, antes que ela desabrochasse, ele a examinou. Ele viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou, Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados? Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa, e, antes que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu. Assim é com muitas pessoas. Dentro de cada alma há uma rosa: as qualidades dadas por Deus e plantadas em nós crescendo em meio aos espinhos de nossas faltas. Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os defeitos. Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior. Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e, conseqüentemente, isso morre. Nós nunca percebemos o nosso potencial.

Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas; Alguém mais deve mostrá-la a elas. Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas. Esta é a característica do amor — olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas. Aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajuda-a a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições. Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa, Elas superarão seus próprios espinhos. Só assim elas poderão desabrochar muitas e muitas vezes.

A CEIA DO SENHOR

a ceia-do-senhor-pA CEIA DO SENHOR

Mensalmente participamos da CEIA DO SENHOR, uma ordenança dada por Jesus pouco antes de Se entregar na cruz do Calvário por Sua Igreja. É um momento sobremodo oportuno para observarmos a recomendação apostólica de I Coríntios 11:28 :”Examine-se o homem a si mesmo, e assim coma do pão e beba do cálice.”

A epístola de Tiago apresenta-nos valiosos auxílios para realizarmos este indispensável auto exame, como vemos:
“Sabei isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar”. (1:19).
“Pois todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, esse homem é perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo.”(3:2).
“Se alguém cuida ser religioso e não refreia a sua língua, mas engana o seu coração, a sua religião é vã.” (1:26).

“Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz.” (4:11).

“Não vos queixeis, irmãos, uns dos outros, para que não sejais julgados. Eis que o juiz está às portas”. (5:9).

“… mas a língua, nenhum homem a pode domar. É um mal irrefreável; está cheia de peçonha mortal. Com ela bendizemos ao Senhor, e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. Da mesma boca procede bênção e maldição. Não convém, meus irmãos, que se faça assim.” (3: 8 a 10).

Amados, deixemos o Espírito Santo sondar os nossos corações no dia de hoje; purifiquemo-nos de tudo o que nos constrange diante da cruz do nosso Salvador, e participemos sem constrangimentos da Mesa do Senhor, como Igreja Una e indivisível, em paz com todos, como ensina Tiago:
“Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Ora, o fruto da justiça semeia-se em paz para aqueles que promovem a paz.” (3: 17 e 18).
Anunciemos, pois, em verdade, a morte do Senhor por nós, até que Ele venha e nos leve para Si mesmo. Amém.

a cada dia um presente teste

A Cada Dia Um Presente

a cada dia um presente testeA Cada Dia… Um Presente

“Cada dia te bendirei, e louvarei o teu nome pelos séculos dos séculos” (Salmos 145:2).

Um homem, do Yowa, Estados Unidos, descobriu que tinha uma séria enfermidade e que estava em fase terminal. Por semanas se escondeu, deprimido, dentro de sua casa, recusando-se a receber pessoas queridas, amaldiçoando interiormente a Deus e perguntando o motivo dessa tragédia ter acontecido com ele.

Depois de alguns dias agindo dessa maneira, ele parou para refletir e tomou uma decisão: “Eu ainda não estou morto e vou viver cada dia em sua plenitude, pelo resto de meus dias”.

Algum tempo depois, ao ser entrevistado, ele disse que estava experimentando, após sua decisão, uma vida muito mais abundante do que havia experimentado nos 42 anos anteriores e que o sorriso de seus filhos era mais brilhante e precioso.

Ao terminar a entrevista ele deixou uma sugestão para todas as pessoas que enfrentavam, como ele, uma enfermidade séria: “Considere todos os dias como um presente de Deus; viva-os intensamente e regozije-se neles.”

Eu gostaria de refletir na sugestão daquele homem mesmo sem ter uma doença grave. Eu quero me regozijar na presença do Senhor em todos os dias de minha vida. Eu desejo ardentemente me alegrar em tudo o que faço e em tudo o que o Senhor me dá. Eu quero estar feliz quando Deus me diz “sim” e quando Deus me diz “não”.

Afinal, a palavra daquele homem é verdadeira — cada dia que vivo, é um maravilhoso presente de amor do meu amado Senhor e Salvador”.

Muitas vezes, por problemas muito menos sérios do que o enfrentado pelo personagem de nossa ilustração, nos fechamos dentro de casa ou dentro de nós mesmos. Praguejamos contra tudo e contra todos.

Achamos que o mundo é culpado por nossas frustrações e que Deus não se importa com nossa desventura. Mas isso não é verdade.

O Senhor nos ama e mesmo quando tudo parece estar dando errado em nossas vidas, Ele está ao nosso lado, segurando nossas mãos, abraçando-nos e ajudando-nos a superar as lutas e alcançar a vitória que Ele nos preparou.

Se você enfrenta problemas, lembre-se que Jesus é a Vida e que Ele é vida em você. Viva o melhor que puder, todos os dias, e logo a felicidade voltará a lhe sorrir.

Paulo Barbosa – Min. Para Refletir