Um Celeiro De Felicidade

um celeiroUm Celeiro De Felicidade

“Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e
Deus nele” (1 João 4:16).

“Sempre que eu tenho a oportunidade de amar a Deus em
obediência pessoal, eu acabo sentindo um regozijo maior em
meu coração em relação a Ele e um desejo ardente de
obedecê-lo ainda mais da próxima vez. A obediência não é um
fim, mas um meio, uma maneira de expressar o nosso amor a
Deus e uma forma de aumentar o nosso amor por Deus. É um
catalisador no processo de amar a Deus e tornar-se cada vez
mais parecido com Jesus.” (Martha Thatcher – a Liberdade da
Obediência)

O que é obedecer a Deus senão uma demonstração de amor e
gratidão por tudo que Ele já fez e continua fazendo por
todos nós? Se o amamos, obedecemos. Se obedecemos, nós O
amamos. Não existe amor sem obediência e nem obediência sem
um grande amor por tudo que o Senhor é para nós.

Se Ele nos diz que devemos amar ao próximo e até aos
inimigos, devemos demonstrar todo o nosso amor. E quanto
mais externamos o nosso amor, mais desejo de amar nos invade
a alma. O amor gera amor e o cultivo do amor nos proporciona
a satisfação de ver, a cada dia, mais e mais frutos de amor
nascendo para nos encher de amor.

Se Ele nos diz que devemos servir a todos, trabalhamos o
nosso coração nesse sentido e a satisfação nos impulsiona a
estar sempre à disposição de nosso semelhante. Descobrimos,
no ato de servir, o prazer de ver o Senhor agindo em nós e
através de nós. Jesus não veio para ser servido e sim para
servir. Ele é o nosso exemplo e queremos imitá-lo em Suas
atitudes.

Se eu sou um cristão, devo ser um discípulo de Cristo. Se
Ele nos manda amar e servir, devo obedecê-lo. E se o
obedeço, O amo ainda mais. Seu amor por mim, que o obedeço,
torna-se cada vez maior e o meu amor por Ele, cresce à
medida que o amo em obediência. Ele é o meu Senhor e busco
engrandecê-lo sempre. E tudo o que faço me enche de grande
alegria o coração e a minha vida se torna um celeiro de
felicidade.

*************************

Deixe uma resposta