Conselhos_Jesus

Conselhos de Jesus para o Casal

Conselhos_JesusConselhos de Jesus para o Casal

Por Pr Ismael Roselei


Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência…. E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste.Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras. Ap 2:2-6.

Este texto é uma uma advertência que o Senhor Jesus faz para sua amada Igreja de Éfeso.

Sabemos que o amor conjugal é comparado a forma com que Cristo ama a sua Noiva.

Então, usaremos o texto bíblico para advertirmos os casais que se amam, vivem aparentemente bem, mas que estão com o relacionamento em risco por terem deixado o primeiro amor.

Está veiculando um comercial de TV por assinatura que mostra alguém voltando para casa e a sua esposa percebendo a sua chegada , tira o avental, ajeita o cabelo e o recebe com um forte abraço, um abraço demorado, gostoso. Um romantismo incrível!

Ela tem na sua face uma expressão de intensa alegria, mas de repente ele faz alguns movimentos estranhos, abraçado com ela, apanha o controle da televisão e a liga. Ela perplexa pergunta: “Você ligou a TV?” num misto de surpresa e decepção. Fica claro que ele voltou por causa da TV.

Para quem vê de forma distraída, sem muita elaboração, o comercial é engraçado. Mas é triste saber que traz uma verdade. Muitos casais se mantém juntos em virtudes de “coisas” que ajuntaram no relacionamento, eles já não tem o outro como o seu “bem maior”, mas como algo que faz parte do pacote. 

Alguns casais se amam, mas como se acostumaram um com o outro, já não vêm motivos para comemorar o reencontro. É incrível que se perguntado respondem que está tudo bem com eles. Eles estão tão frios que não se deram conta que o romance, a alegria, o abraço inesperado, o elogio oportuno, a cumplicidade num olhar de admiração, são coisas que poderiam denunciar a intensidade desse amor. O amor deles está empanado, perdeu o brilho e eles não enxergam a falta de vida no casamento.

Eu e a Cleire já mudamos muito de casa em virtude da minha condição de militar, e era interessante observar que quando a mobília ainda estava dentro da casa, a gente não percebia que a parede estava feia, suja, com manchas. Mas quando as coisas já tinham sido retiradas do interior da casa, aí sim víamos o quão sujas estavam as paredes, precisando de uma tinta nova.O casamento precisa de vez em quando de uma mão de tinta também.

Temos a tendência a nos acostumarmos com o menos, com o feio, com a coisa medíocre (abaixo da média) e era disso que Jesus estava falando com sua noiva. Ele dizia que queria um relacionamento intenso, amoroso, com vida, com cor, com cheiro bom. Reconhecia os valores que estavam preservados, mas que não seriam suficientes para manter aquela relação. E dá um recado. A chama desse amor seria retirada caso a mornidão não fosse mandada embora.

Incrível como isso acontece e nos atinge a todos. Casais estão juntos, trabalhando, voltando para casa, de vez em quando transando, com algumas metas , sonhos em comum, mas de forma desatenta eles começam a se afastar um do outro, tudo em nome da busca de um horizonte melhor. Eles precisam acumular coisas, precisam adquirir bens, precisam comprar, e não dá prá cuidar do romantismo, não há tempo para fazer do outro o seu maior bem.

Mas um belo dia, um intruso surge na vida dos dois, e descobrem que o casamento deles já não tem mais brilho e que algo maior, melhor, mais bonito, está acontecendo nos seus corações, uma nova paixão chegou e assim acontece o que Jesus previa, o luz foi retirada e já não há mais razões para continuarem juntos.

Porque vocês estão continuam voltando para casa? Por causa da estrutura, dos bens adquiridos, da falta de opção? Não sei , mas sei que o casal deve voltar para casa com saudade do outro, com desejo, com alegria pelo reencontro. Isso é a mão de tinta nas paredes do nosso coração, é manutenção, é voltar ao primeiro amor.

Pense nisso, e tome atitude …

 

Deixe uma resposta