O Casamento Que Você Sempre Sonhou

O Casamento Que Você Sempre Sonhou

O Casamento Que Você Sempre SonhouO Casamento Que Você Sempre Sonhou

Quem nunca sonhou com um casamento perfeito?

Quase todos nós.

Desde muito cedo, a criança é levada a imaginar sua família – começa com as ingênuas brincadeiras de “casinha”.

Depois, o sonho toma forma, e mesmo quando não é expresso por palavras, está ali, bem guardado em algum lugar de nosso coração ou interior.

O problema surge depois do casamento. Mais especificamente quando o príncipe vira sapo e a princesa tem jeito de bruxa. O castelo cai e o sonho vira pesadelo.

Mas se você está vivendo esse tipo de relacionamento, há uma esperança: não importa como está seu casamento – você pode fazer dele aquilo que sempre sonhou, e o que Deus sonhou também. Impossível?

Pode parecer para você, mas para Deus não é. A família e o casamento foram instituídos por Ele porque fazem parte de Seu projeto para nós. Sendo assim, Ele é o maior interessado em fazer do “mar de lamas” um “mar de rosas”. Mas depende também de você.

   Confira a seguir algumas dicas. Elas foram baseadas em artigos escritos por Tim Clinton, terapeuta familiar e pastor da igreja do Calvário em Charlotte, nos EUA. Coloque-as em prática e… Volte a sonhar e ser feliz!

 

Quando as coisas não vão bem, não desista. Lembre-se das promessas de Deus e de que Ele deseja abençoar seu casamento. Assim você encontrará forças e ajuda divina;
 
  Escreva sua história de casamento – detalhes de como você tem visto seu relacionamento ao passar dos anos. Depois, compare o que você escreveu com o que escreveu seu cônjuge, e trabalhem as duas versões para descobrir o nível de satisfação até o momento. Finalmente, escrevam juntos os próximos capítulos dessa história, o que vocês gostariam de viver no futuro;
 
 
  Considere quais fatores estão sendo prejudiciais ao seu casamento: expectativas em demasia, frustrações pessoais, traumas de infância, excesso de trabalho, falta de compreensão, influências malignas. Pare de culpar seu cônjuge pelos problemas conjugais e tratem os fatores detectados como inimigos comuns. Para vencer o stress do dia a dia, descubra junto com ele as coisas que vocês consideram importantes na vida e achem tempo para fazê-las;
 
 
  Saiba que Deus tem um propósito também espiritual para vocês, como casal. Ele quer ver os dois crescendo e servindo ao Seu reino;
 
  Tente respeitar a importância e individualidade de cada um. Não magoe o outro com palavras rudes, seja paciente, não ataque a insegurança ou ponto fraco de seu cônjuge, não se feche emocionalmente e não envolva outras pessoas em seus problemas de casamento. Ore para que Deus lhes dê graça para evitar ciúmes, mentiras, pensamentos pecaminosos e culpa;
 
  Faça de seu casamento um lugar seguro, onde seu cônjuge tenha liberdade para expressar seus sentimentos e ideias  sem medo de julgamento. Mesmo que não concorde com alguma coisa, discuta de forma saudável e com respeito. Lembre-se que vocês não são inimigos;
 
 
  Peça perdão a Deus e ao seu cônjuge por alguma coisa que você tenha feito que contribuiu para a deterioração do casamento;
 
  Persista em ser amigo do seu cônjuge. Revele suas prioridades e vontades, seus compromissos e dificuldades. Procure aconselhá-lo e ser aconselhado por ele em todas as áreas de sua vida;
 
  Comece a lutar por mais intimidade em seu casamento – queira despir-se também emocionalmente e se abra verdadeiramente. Aprenda a confiar no outro de novo;
 
  Use todas as suas forças para criar um casamento que glorifica a Deus, seja numa simples conversa ou numa relação sexual;
 
 

Não tome decisões sem consultar a Deus. Ore e trabalhe continuamente por um casamento melhor.

(autor desconhecido)

Deixe uma resposta