os ninhos sujos

Os Ninhos Sujos

os ninhos sujosOs Ninhos Sujos

Uma pomba estava constantemente trocando de ninho.

O forte odor que os ninhos adquiriam com o passar do tempo era insuportável para ela.

Certa vez queixou-se amargamente disso quando conversava com uma sábia , experiente e idosa pomba. Esta balançou a cabeça várias vezes e disse: “Mudando de ninho todo o tempo, tu não mudas nada. O odor que te importuna não provém dos ninhos, mas de ti.”

Olhando para o mundo de hoje, podemos comparar os casamentos atuais (em sua grande maioria) a “ninhos de pomba” malcheirosos. Muitas pessoas querem cair fora. Alguns já dizem que o casamento é uma instituição ultrapassada.

Se muitos pudessem escolher, jamais se casariam novamente com a mesma pessoa, com a qual vivem juntas; só não se separam por causa dos filhos ou outros vínculos, como família, moral e testemunho, que a muito custo e sofrimento mantém unido o que mais parece água e óleo.

Por isso, certo é dizer que grande parte dos casados vivem infelizes. Ouço e presto atenção em suas conversas, em seus testemunhos, por isso assim deduzo.

O que estaria acontecendo? Será que trocar de ninho seria a solução? Creio que não. A palavra de Deus não diz assim. Os ninhos (casamentos) não se sujam por si.

Somos nós mesmos que os sujamos. Tudo o que de ruim acontece com nossa vida, é na família (esposa e esposo, principalmente) que descontamos.

O certo é que deveríamos rever muitos aspectos de nossa vida cristã em primeiro lugar, e, depois, com certeza, poderíamos em muito limpar nossos ninhos.

Para limpar o ninho, braços cruzados não adiantam. As pessoas precisam superar muitas dificuldades e traumas. É necessário muito diálogo, honesto e franco e muita compreensão de ambas as partes. O desembocar do esgoto do mundo não pode ser a família…

Pense no que seria do futuro se a família falisse?

(autor desconhecido)

Deixe uma resposta