Como Sal no Saleiro


Como Sal no Saleiro

Como Sal no Saleiro

Mateus 5:13 – “Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens”. Estamos sendo sal? Ou estamos em processo de fuga? Estamos no fundo do porão dormindo? Estamos dando como desculpas os problemas existenciais que nos afligem para recusarmos nosso chamado para sermos sal?  O que tem nos enclausurado no saleiro? Estamos refugiados dentro do saleiro? Como estamos reagindo ao meio ambiente, às lutas; às situações? Temos nos tornados cáusticos? Corrosivos? Ou temos dado sabor? Temos influenciado, ou estamos por demais diluídos nas águas da indiferença e do pecado para que possamos ser notados?

  Será que somos sal da terra, mas continuamos ainda “aprisionados”, dentro do saleiro?

sermoes

Deixe uma resposta