Arquivo de etiquetas: criança

Uma Força Para Os Filhos

Uma Força Para Os FilhosUma Força Para Os Filhos

 “Ensina a criança no caminho em que deve andar; e até quando

envelhecer não se desviará dele” (Provérbios 22:6).

Um determinado estudo revelou que quando a mãe e o pai
frequentam regularmente as reuniões da igreja, 72 por cento
dos seus filhos permanecem firmes diante de Deus. Se só o
pai frequenta regularmente as reuniões, 55 por cento dos
filhos permanecem fiéis. Se apenas a mãe frequenta as
reuniões, somente 15 por cento dos filhos permanecem na
igreja. Se nem a mãe e nem o pai frequentam regularmente os
serviços da igreja, só 6 por cento permanecem. As
estatísticas falam por si mesmas. O exemplo dos pais é mais
importante do que todos os esforços da Escola Bíblica.
(Warren Mueller)

Por onde estão caminhando os nossos filhos? O que eles têm
feito? Quais são os seus propósitos? Estão eles colocados no
altar do Senhor, gozando de Sua proteção e Suas bênçãos?

Muitas vezes nos angustiamos pelo fato de nossos filhos
estarem caminhando longe do Senhor. Às vezes os vemos
envolvidos com más companhias e vícios. Pedimos a Deus que
os liberte, que os faça reencontrar o caminho da salvação,
que os transforme completamente, que lhes devolva a alegria
de viver. E, o que mais nos entristece, é saber que somos
responsáveis, em grande parte, pela situação em que se
encontram.

Quando podíamos estar conduzindo-os para a igreja,
preocupávamos com outras prioridades. Quando eles pediam
para que os levássemos à Escola Bíblica, inventávamos uma
desculpa qualquer para não irmos. Quando pediam para
participar de alguma programação interessante, dizíamos que
aquilo era bobagem e que havia coisa mais interessante a
fazer.

Eles foram esfriando, desanimando, esquecendo… Eles
cresceram e tomaram novos rumos. Queremos levá-los agora ao
culto, mas eles não querem mais.

Se os nossos filhos estão indo às reuniões da igreja, não
podemos deixar de acompanhá-los. É a coisa mais importante
de nossa vida. É a nossa maior prioridade. Nós lhes daremos
o testemunho, os ajudaremos a crescer na fé e a força que
irão adquirir nesse período os conduzirá, para sempre, na
presença do Senhor dos senhores, o nosso Salvador Jesus Cristo.

Paulo Barbosa – Min. para Refletir

************************

Instrui a Criança no Caminho

instrui crianca

Instrui a Criança no Caminho

“Eu tinha 16 anos e vivia com meus pais na instituição que meu avô havia fundado, que ficava a 18 milhas da cidade de Durban, na África do Sul. Vivíamos no interior, em meio aos canaviais, e não tínhamos vizinhos, por isso minhas irmãs e eu sempre ficávamos entusiasmados com a possibilidade de ir até a cidade para visitar os amigos ou ir ao cinema.

Certo dia meu pai pediu-me que o levasse até a cidade, onde participaria de uma conferência durante o dia todo. Eu fiquei radiante com esta oportunidade.

Como íamos até a cidade, minha mãe me deu uma lista de coisas que precisava do supermercado e, como passaríamos o dia todo, meu pai me pediu que tratasse de alguns assuntos pendentes, como levar o carro à oficina.

Quando me despedi de meu pai, ele me disse:
“Nos vemos aqui, às 17 horas, e voltaremos para casa juntos.”

Depois de cumprir todas as tarefas, fui até o cinema mais próximo. Distraí-me tanto com o filme (um filme duplo de John Wayne) que esqueci da hora. Quando me dei conta eram 17:30h. Corri até a oficina, peguei o carro e apressei-me a buscar meu pai. Eram quase 18:00h horas.

Ele me perguntou, ansioso: “Porque chegou tão tarde?”

Eu me sentia mal pelo ocorrido, e não tive coragem de dizer que estava vendo um filme de John Wayne. Então, lhe disse que o carro não ficara pronto, e que tivera que esperar. O que eu não sabia era que ele já havia telefonado para a oficina. Ao pegar-me na mentira, disse-me:
“Algo não está certo no modo como o tenho criado, porque você não teve coragem de me dizer a verdade. Vou refletir sobre o que fiz de errado a você. Caminharei as 18 milhas até nossa casa para pensar sobre isso”.

Assim, vestido em suas melhores roupas e calçando sapatos elegantes, começou a caminhar para casa pela estrada de terra sem iluminação. Não pude deixá-lo sozinho…guiei por 5 horas e meia atrás dele…vendo meu pai sofrer por causa de uma mentira estúpida que eu havia dito.

Decidi ali mesmo que nunca mais mentiria”.

Autor: Dr. Arun Gandhi (neto de Mahatma Gandhi).

*****

“Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele.” Provérbios 22.6

Figura15

CRIANÇA ABORTADA E ENTERRADA MAS SOBREVIVEU

Figura15CRIANÇA ABORTADA E ENTERRADA MAS SOBREVIVEU

Criança estava dentro de um buraco de tatu quando foi encontrada por vizinhos

Figura16

O bebê  foi abortado e enterrado pela mãe dentro de um buraco de tatu em Laranjeiras do Sul, no Paraná.

 Os policiais afirmaram que a mãe da criança, Lucinda Ferreira Guimarães, 40 anos, contou que a deixou no buraco porque não queria que o ex-marido soubesse do nascimento. Ela foi indiciada por tentativa de homicídio qualificado, em 2006.

Figura17

Segundo informações a criança só sobreviveu por estar enterrada em pé tendo um cachorro cavado um pouco a terra ao redor de sua cabeça, deixando-a descoberta e por causa do calor da terra que manteve a temperatura corporal. 

Figura18

Os policiais foram acionados através de uma denúncia anônima para darem atendimento a uma ocorrência de abandono de criança enterrada num matagal. Segundo as primeiras informações uma senhora teria retornado para a residência ao entardecer com as vestes sujas de sangue o que chamou a atenção de vizinhos que observaram as ações da suspeita que estaria grávida até então. 

Figura19

Para surpresa dos moradores locais depois de uma busca nas proximidades encontraram numa toca de tatu no matagal, um recém-nascido que estava cheio de bichos e moscas sob sua pele. Já se passavam 24 horas do provável aborto e os moradores então acionaram a polícia, pois achavam que o recém-nascido estaria em óbito. 

Figura20 Figura21

Ao chegarem, os policiais perceberam que ele estava vivo, tiraram os restos de terra da boca e imediatamente o encaminharam ao Hospital. No local uma equipe policial levantou informações da localização da mãe e a encontrou num bar a algumas quadras do local e deu voz de prisão a infratora. No hospital o recém-nascido recebeu os cuidados médicos necessários e sobreviveu pela misericórdia divina!

Figura22

A senhora Lucinda é mãe de 4 filhos e esta era a 5ª gravidez.

Estava casada pela 2ª vez e o filho não era deste último marido…

Quem tiver curiosidade em checar, a reportagem oficial consta neste site:

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,AA1306762-5598,00.html

Figura24 Figura23