Arquivo de etiquetas: Feiticeira

o_caso4

O Caso da Feiticeira de En-Dor

apologética o_caso4O Caso da Feiticeira de En-Dor

Autor: Robson T. Fernandes

“Então disse Saul aos seus criados: Buscai-me uma mulher que tenha o espírito de feiticeira, para que vá a ela, e consulte por ela. E os seus criados lhe disseram: Eis que em En-Dor há uma mulher que tem o espírito de adivinhar. E Saul se disfarçou, e vestiu outras roupas, e foi ele com dois homens, e de noite chegaram à mulher; e disse: Peço-te que me adivinhes pelo espírito de feiticeira, e me faças subir a quem eu te disser. Então a mulher lhe disse: Eis aqui tu sabes o que Saul fez, como tem destruído da terra os adivinhos e os encantadores; por que, pois, me armas um laço à minha vida, para me fazeres morrer? Então Saul lhe jurou pelo Senhor, dizendo: Vive o Senhor, que nenhum mal te sobrevirá por isso. A mulher então lhe disse: A quem te farei subir? E disse ele: Faze-me subir a Samuel. Vendo, pois, a mulher a Samuel, gritou com alta voz, e falou a Saul, dizendo: Por que me tens enganado? Pois tu mesmo és Saul. E o rei lhe disse: Não temas; que é que vês? Então a mulher disse a Saul: Vejo deuses que sobem da terra. E lhe disse: Como é a sua figura? E disse ela: Vem subindo um homem ancião, e está envolto numa capa. Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra, e se prostrou. Samuel disse a Saul: Por que me inquietaste, fazendo-me subir? Então disse Saul: Mui angustiado estou, porque os filisteus guerreiam contra mim, e Deus se tem desviado de mim, e não me responde mais, nem pelo ministério dos profetas, nem por sonhos; por isso te chamei a ti, para que me faças saber o que hei de fazer. Então disse Samuel: Por que, pois, me perguntas a mim, visto que o Senhor te tem desamparado, e se tem feito teu inimigo? Porque o Senhor tem feito para contigo como pela minha boca te disse, e o Senhor tem rasgado o reino da tua mão, e o tem dado ao teu próximo, a Davi. Como tu não deste ouvidos à voz do Senhor, e não executaste o fervor da sua ira contra Amaleque, por isso o Senhor te fez hoje isto. E o Senhor entregará também a Israel contigo na mão dos filisteus, e amanhã tu e teus filhos estareis comigo; e o arraial de Israel o Senhor entregará na mão dos filisteus. E imediatamente Saul caiu estendido por terra, e grandemente temeu por causa daquelas palavras de Samuel; e não houve força nele; porque não tinha comido pão todo aquele dia e toda aquela noite.”1 Samuel 28:7–20

             Esse texto bíblico é utilizado por espíritas e outras pessoas que desejam encontrar alguma corroboração Testamentária que fundamente a comunicação com os mortos. Entretanto, veremos que esse texto é mal entendido por tais pessoas.

             Primeiro, precisamos entender que Deus condenava tal tipo de prática, como vemos em

Ex 22:18, Dt 18:9-12. Assim sendo, é de se esperar que se Deus condenava tal prática Ele mesmo não iria agir através de tal forma.

            Segundo, sabemos que Deus não se comunicava com Saul de nenhuma forma mais.

            Terceiro, o texto bíblico nos diz que Saul não viu a Samuel com seus próprios olhos, mas ele achou que aquele “ser” era Samuel: “Entendendo Saul que era Samuel” (1 Sm 28:13,14).

            Quarto, foram feitas algumas profecias para Saul.

            Aqui precisamos observar com um pouco mais de atenção, porque essas “profecias” foram trazidas por aquele “ser” que Saul pensou ser Samuel. Ora, a própria Escritura nos diz que Samuel era um profeta de Deus e que o Senhor não deixou nenhuma de suas palavras cair por terra (1Sm 3:19-20), isto é, tudo que Samuel profetizava acontecia exatamente como era falado, entretanto, essas profecias trazidas nessa situação em particular não ocorreram exatamente como foram feitas.

            Dessa maneira, a própria Escritura declara que se alguma profecia for trazida e não se cumprir como foi falada essa não vem da parte de Deus (Dt 13:1-5).

            Com todas essas informações precisamos atentar para o fato de que se esse “ser” fosse realmente Samuel as suas profecias teriam sido cumpridas exatamente como foram feitas, porém esse não foi o caso. Vejamos a profecia feita no verso 19: “E o Senhor entregará também a Israel contigo na mão dos filisteus, e amanhã tu e teus filhos estareis comigo; e o arraial de Israel o Senhor entregará na mão dos filisteus.”

 1. Saul seria entregue aos filisteus e morto por eles;

2. Todos os filhos de Saul seriam mortos.

             É importante observar que Saul não foi morto pelos filisteus, mas cometeu suicídio (1 Sm 31:4). Depois é importante observar que ele não foi entregue nas mãos dos filisteus mas ficou com os habitantes de Jabes-Gileade (1 Sm 31:11-13). Ainda, é importante observar que Saul teve seis (6) filhos, mas apenas três (3) foram mortos naquela batalha, Jônatas, Abinadabe e Malquisua.

            Diante de tais evidências não podemos jamais afirmar que naquela “sessão espírita” com a feiticeira de En-Dor aquele “ser”, ou entidade, seria Samuel. As evidências mostram que não era Samuel, mas uma mentiroso, já que as profecias não se cumpriram como foram feitas.

            Devemos atentar para a Escritura Sagrada, quando esta nos diz que satanás pode se transfigurar em anjo de luz (2 Co 11:14), isto é, ele pode se transformar em quem ele desejar, com a finalidade de enganar a muitos (Mt 24:24), e que sua finalidade é matar, roubar e destruir (Jo 10:10).

            Devemos estar atentos porque muitos falsos profetas e falsos ensinos têm surgido com a finalidade de nos destruir.

            Que a Igreja de Cristo continue perseverando na fé que de uma vez por todas foi entregue aos santos.

robsontfernandesRobson Tavares Fernandes é bacharel em Teologia pelo STEC (Seminário Teológico Evangélico Congregacional). Tem se dedicado desde 1998 ao ensino e pesquisa bíblica na área de Apologética, sendo autor de vários artigos já publicados. Atuação como professor: Curso de Teologia da Igreja Batista da Palmeira, CBA (Curso Básico de Apologética) e ITESMI (Instituto Teológico Superior de Missões). Atuação como pesquisador: VINACC (Visão Nacional para a Consciência Cristã). Atuação como palestrante: Encontro para a Consciência Cristã, Simpósio Criacionista da Paraíba, Seminário Criacionista da Alagoas. Tem ministrado, ainda, palestras em igrejas, escolas e universidades.

Contato:  cristovira@bol.com.br  rtf75@bol.com.br

Atenção:
O conteúdo desta página tem objetivo formativo e educacional.OS ARTIGOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES, CITADOS NO FINAL DE CADA ARTIGO. NÃO NECESSARIAMENTE ESTA PRODUÇÃO CONCORDA INTEIRAMENTE COM O ENTENDIMENTO TEOLÓGICO DE CADA AUTOR. TODAVIA, OS PUBLICAMOS COMO FONTE DE CONHECIMENTO E COMO FORMA DE CONTRIBUIR PARA O ALARGAMENTO DO ENTENDIMENTO E A POSSIBILIDADE DE CONHECERMOS VÁRIAS FORMAS DE PENSAR. CABE A CADA LEITOR REFLETIR, À LUZ DA BÍBLIA, SE CONCORDA OU NÃO COM OS POSICIONAMENTOS AQUI EXPRESSADOS. 

 

O Caso da Feiticeira de En-Dor

o caso da feiticeiraO Caso da Feiticeira de En-Dor 

1 Samuel 28:7–20

O espírito consultado seria realmente o de Samuel ou seria um demônio enganador?

Esse texto bíblico é utilizado por espíritas e outras pessoas que desejam encontrar alguma corroboração Testamentária que fundamente a comunicação com os mortos. Entretanto, veremos que esse texto é mal entendido por tais pessoas. O primeiro ponto que demonstra equívoco em quem pensa ter sido Samuel o espírito que aparece, é a condenação bíblica à consulta aos mortos (necromancia). “A feiticeira não deixarás viver”, Ex 22.18 e Dt 18:9-12. Foi justamente o que Saul levou à risca, tempos antes (1Sm 28.3). Podemos, ainda, analisar a questão sob alguns aspectos.

A doutrina bíblica derruba tal possibilidade. Leia o fato em Lucas 16.19-31 entre o rico e Lázaro.

Assim sendo, é de se esperar que se Deus condenava tal prática Ele mesmo não iria agir através de tal forma.

Segundo, sabemos que Deus não se comunicava com Saul de nenhuma forma mais. Saul estava predisposto a ouvir espíritos. Ele chegou a ficar perturbado por um (1Sm 16.14-18,23).

O Senhor não mais respondia a Saul (28.6). Como poderia permitir que um profeta, já morto, falasse por Ele?

Saul falou a quem chamar: “Faze-me subir a Samuel”, 28.11. A mulher, evidentemente, teria conhecido Samuel em vida, afinal ela era sacerdote e juiz de todo o Israel! Seria fácil para ela descrever Samuel como ele era enquanto esteve vivo. Então, o “suposto Samuel” é descrito e aparece como Saul o tinha em mente, e não como estaria na eternidade.

1Sm.28.14  Perguntou ele: Como é a sua figura? Respondeu ela: Vem subindo um ancião e está envolto numa capa. Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra e se prostrou.

O texto bíblico nos diz que Saul não viu a Samuel com seus próprios olhos, mas ele achou que aquele “ser” era Samuel: “Entendendo Saul que era Samuel” (1 Sm 28:13,14).

Após, foram feitas algumas profecias para Saul.

Aqui precisamos observar com um pouco mais de atenção, porque essas “profecias” foram trazidas por aquele “ser” que Saul pensou ser Samuel. Ora, a própria Escritura nos diz que Samuel era um profeta de Deus e que o Senhor não deixou nenhuma de suas palavras cair por terra (1Sm 3:19-20), isto é, tudo que Samuel profetizava acontecia exatamente como era falado, entretanto, essas profecias trazidas nessa situação em particular não ocorreram exatamente como foram feitas.

Dessa maneira, a própria Escritura declara que se alguma profecia for trazida e não se cumprir como foi falada essa não vem da parte de Deus (Dt 13:1-5).

Com todas essas informações precisamos atentar para o fato de que se esse “ser” fosse realmente Samuel as suas profecias teriam sido cumpridas exatamente como foram feitas, porém esse não foi o caso. Vejamos a profecia feita no verso 19: “E o Senhor entregará também a Israel contigo na mão dos filisteus, e amanhã tu e teus filhos estareis comigo; e o arraial de Israel o Senhor entregará na mão dos filisteus.”

1. Saul seria entregue aos filisteus e morto por eles;

2. Todos os filhos de Saul seriam mortos.

É importante observar que Saul não foi morto pelos filisteus, mas cometeu suicídio (1 Sm 31:4). Depois é importante observar que ele não foi entregue nas mãos dos filisteus mas ficou com os habitantes de Jabes-Gileade (1 Sm 31:11-13). Ainda, é importante observar que Saul teve seis (6) filhos, mas apenas três (3) foram mortos naquela batalha, Jônatas, Abinadabe e Malquisua.

Samuel sabia que Saul fora rejeitado por Deus pelo pecado semelhante ao de feitiçaria (1Sm 15.19-26). Portanto não diria que Saul iria para o mesmo lugar, onde estava, especialmente após ter consultado uma médium. “Assim, morreu Saul por causa da sua transgressão com que transgrediu o Senhor… e também porque buscou a adivinhadora para consultar”, 1Cr 10.13.

Note-se que a profecia de Samuel já estabelecia, bem antes, o fim de Saul (1Sm 15.10-31).

Diante de tais evidências não podemos jamais afirmar que naquela “sessão espírita” com a feiticeira de En-Dor aquele “ser”, ou entidade, seria Samuel. As evidências mostram que não era Samuel, mas uma mentiroso, já que as profecias não se cumpriram como foram feitas.

Devemos atentar para a Escritura Sagrada, quando esta nos diz que satanás pode se transfigurar em anjo de luz (2 Co 11:14), isto é, ele pode se transformar em quem ele desejar, com a finalidade de enganar a muitos (Mt 24:24), e que sua finalidade é matar, roubar e destruir (Jo 10:10).

Devemos estar atentos porque muitos falsos profetas e falsos ensinos têm surgido com a finalidade de nos destruir.

**********************