Arquivo de etiquetas: Siló

0_siló_2

Descoberta arqueológica na cidade de Siló

arqueologia-biblicaSilo-206x155Descoberta arqueológica na cidade de Siló

 siló2

Sitio arqueológico perto da antiga cidade de Siló traz revelações.

Descoberta arqueológica pode solucionar “enigma” bíblico.
Achados arqueológicos recentes podem comprovar que a cidade de Siló, antiga capital de Israel, foi destruída por um grande incêndio. Essas descobertas na região central de Israel desvendariam o mistério envolvendo a ruína dessa cidade mencionada no Antigo Testamento.

Fragmentos de um jarro de barro foram descobertos em meio a uma camada de cinzas avermelhadas. Esse é um forte indício para resolver definitivamente o enigma milenar sobre como a cidade foi destruída. Em Siló, o Tabernáculo foi colocado durante o período conhecido como “dos juízes”. O local serviu como capital de Israel e centro espiritual por 369 anos, até a sua destruição.

Após ser saqueada pelos filisteus deixou de ser a capital. A área continuou sendo habitada até 722 a.C., quando a Assíria invadiu o Reino de Israel. Atualmente, na região fica a cidade de Rosh Ha’ayin.

As Escrituras não relatam como foi o fim de Siló, mas essas descobertas comprovam que um incêndio arrasou o local. A datação do jarro aponta para o ano 1.050 A.C., que coincide com a data dos eventos descritos no livro de Samuel.

Avital Selah, diretor do sitio arqueológico de Tel Siló, disse à Agência de Notícias Tazpit que as teorias levantadas durante a escavação são semelhantes ao que se cogitou 30 anos atrás, quando restos de comida descobertos no local também apontavam para o ano 1.050 aC.

O livro bíblico de 1 Samuel narra a batalha entre filisteus e israelitas, quando a Arca da Aliança foi capturada. O livro de Jeremias e alguns Salmos confirmam que Siló foi destruída pouco depois pelos filisteus. Os estudos dos arqueólogos devem ser publicados em breve comprovando como aconteceu e pondo fim ao mistério milenar. Com informações Huffington Post e Israel National News.

SILÓ A PRIMEIRA CAPITAL DE ERETZ ISRAEL

0_siló_2

Siló foi a primeira capital do Israel regressado à Terra prometida. Foi em Siló que Josué configura pelos limites a “mishkan” (os limites da terra) e é aqui que o representante e grande servo de Deus dá a ordem (ordem no sentido real) de separar a terra santa da terra dos “sh’fatim” (Js 18:1,8)

Este lugar Siló, vai tornar-se o centro do culto de todo o povo. “De ano em ano o povo “ da sua cidade para adorar e sacrificar ao Senhor dos exércitos em Siló.” Foi aqui que Ana orou ao Senhor para que lhe concedesse um filho, foi aqui que ela o prometeu e entregou ao senhor. Foi aqui que Samuel ouviu a voz do senhor durante a noite. Foi neste lugar enfim que Samuel se tornou o “timoneiro” do povo de Deus. 1ª Samuel 1:30_siló_1

Siló continuou a ser a capital de Eretz Yisrael durante 369 anos, até que a morte do grande Cohain Godol, Eli. (Zevachim 118). Até que por desrespeito ao lugar santo o Senhor permitiu que esta cidade fosse arrasada pelos filisteus (Jer. 26:6,9).

0_siló_3

A partir de evidências arqueológicas e ao fato de que o nome da cidade raramente aparece na Medresh, nos é dado a impressão de que a cidade não foi reconstruída e habitada depois da sua destruição. O nome moderno da área é Khirbet Seilun. Há uma colina em Khirbet Seilun com uma plataforma de pedra no cume. Muitas pessoas acreditam que este é o lugar onde o Tabernáculo foi construído na Siló antiga.

Fonte: http://iadrn.blogspot.com.br/2013/01/descoberta-arqueologica-na-cidade-de.html